IT'S MY BIRTHDAY | 20 coisas que aprendi em 20 anos

quarta-feira, dezembro 14, 2016


Oi, malta!!
Hoje é o meu 20º aniversário!!! E, por isso, trago-vos um post um bocadinho diferente...
Ainda me lembro de ter 9/10 anos e reclamar de tudo e mais alguma coisa e mandar aquela típica boca do "Quem me dera ter 18 anos!!". Parecia que, até aos 18, o tempo passava super devagar, mas, assim que os completei, o tempo começou a voar mega rápido! E, ao longo destes 20 anos de existência, acho que aprendi algumas lições que hoje venho partilhar com vocês! Vamos então ver??


1. Ninguém quer saber.
Aprendi que as coisas às quais damos mais importância, na maioria das vezes, não têm assim tanta importância. Ninguém quer saber se tens os dentes tortos, por exemplo. Se fores uma boa pessoa, o teu sorriso é o mais bonito do mundo.

2. Não faz mal dizer "não".
Sabem quando têm um jantar de algum amigo/a, mas não vos apetece muito ir? Em vez de inventar desculpas, aprendi que o melhor é mesmo dizer que "não". As pessoas preferem honestidade e, se não te apetece ir a algum lado ou fazer alguma coisa, seja por que razão for, não és obrigado a nada.

3. Um "sim" de vez em quando também não faz mal nenhum.
No entanto, dizer que "sim" de vez em quando só nos faz é bem. Os teus amigos convidam-te para ires à pista de gelo, mas tu tens medo de cair porque nunca andaste de patins? Diz que sim, apesar do medo. Experimenta e, de certeza, que te vais divertir imenso. Se não gostares, também não há problema nenhum. Ao menos experimentaste!

4. Menos é mais.
Esta frase aplica-se a tantas coisas na vida! Mas, neste caso, estou a falar de amigos. Ter imensos amigos no Facebook e falares com imensa gente não é sinónimo de teres amigos no verdadeiro sentido da palavra. Com o tempo, aprendi quem são os meus amigos verdadeiros e, acreditem, mais vale ter 5 ou 6 em quem confiamos plenamente do que 20 ou 30 com quem só falamos de vez em quando e só "servem" para ir sair e etc.

5. Dar ouvidos à mãe.
Ainda estou a trabalhar nesta ahah, mas sei que é muito importante ouvir, não só os conselhos da nossa mãe, como do nosso pai, avós e etc. As pessoas mais velhas podem ser um bocado chatas, sempre a dizer a mesma coisa, mas só o fazem porque gostam de nós e querem o nosso melhor. Só estão a tentar ajudar e, na maioria das vezes, a mãe é que sabe (mesmo).

6. Não criar expetativas.
Para mim, esta foi uma coisa um bocado difícil de perceber. Sou daquelas pessoas que imagina as coisas na minha cabeça antes de elas acontecerem e, no fim, acabava sempre desiludida com o resultado, por ter as expetativas muito altas. Mas, acho que já melhorei imenso nesse aspeto e acredito mesmo que o melhor é deixar as coisas acontecerem ao seu ritmo.

7. Uma coisa má pode ser uma coisa muito boa.
Quando saíram os resultados das candidaturas para a universidade e vi que não tinha entrado no curso que queria, não vou mentir: chorei baba e ranho. É difícil passar anos a estudar para seguirmos aquilo que queremos e, no fim, ver tudo isso ir por água abaixo por causa de umas quantas décimas. Mas, no fim, ter ido para outro curso até me fez muito bem. Gosto imenso da minha faculdade, do curso e conheci pessoas fantásticas que sei que são amigos para a vida. E as oportunidades estão sempre lá para nós. Se trabalharmos e nos esforçarmos, as coisas acabam por vir.

8. Ficar sozinha de vez em quando faz bem à alma.
Sou muito dada às pessoas, gosto de estar com os meus amigos, ir dar uma volta e conhecer novas coisas. Mas estar sozinha também faz bem. É um bocado difícil para mim, às vezes, confesso, mas, no fim, acabo sempre por me sentir melhor por estar sozinha um bocadinho.

9. Corre atrás do que queres.
Como disse no ponto 7, não entrei no que queria e, ao início, isso deixou-me a pensar imenso. Achei que nunca iria conseguir seguir aquilo que queria mesmo, mas acabei por perceber que isso é mentira. Não precisamos de estar no curso x para seguirmos x. Às vezes, o curso y até é melhor. Às vezes, nenhum curso é melhor. Temos de apostar é na nossa formação e educação seja de que forma for.

10. Mais vale chatear do que ficar chateado.
Gosto imenso desta frase. Ouvi-a uma vez numa Marketing Night Session a que assisti, em Leiria. Se querem mesmo um determinado emprego ou outra coisa qualquer, mais vale chatear, mandar e-mails, telefonar do que ficar à nora sem saber de nada. Isso também se aplica à escola, por exemplo. Se temos alguma dúvida, é só ir falar com o/a professor/a e fazer perguntas. As pessoas estão lá para nos responder, sempre.

11. O "não" é garantido.
Esta é uma frase que a minha mãe está sempre a dizer ahah. Mas é uma frase que faz muito sentido. Pergunta pelas coisas, tenta. O "não" está sempre garantido. Mas o "sim" pode aparecer pelo meio :)

12. A família é o mais importante.
Sou muito ligada à minha família e, para mim, a família está sempre em primeiro lugar. Afinal, foi com eles que crescemos :)

13. Não tenhas vergonha.
Esta também ainda estou a aprender ahah. Eu, às vezes, até de ir perguntar qualquer coisa aos serviços académicos tenho vergonha ahah. Mas é importante aprendermos a ultrapassar isso para podermos viver mais felizes.

14. Ser otimista e positiva faz a diferença.
Sempre fui muito otimista e acho mesmo que isso faz a diferença. Termos uma visão negativa e pessimista da vida só nos deixa ainda mais em baixo e não nos faz nada bem. Sorrir e pensar positivo é a solução :)

15. A primeira impressão nem sempre está correta. 
Quantas e quantas vezes é que já tive uma primeira impressão de uma pessoa e, depois, isso se revelou completamente falso? Ui, tantas. Podemos apanhar a pessoa num dia mau, ou a pessoa tem uma cara mais séria quando não está a pensar em nada e isso dá-nos uma primeira impressão um bocado má. Mas, se nos esforçarmos por conhecer melhor a pessoa e formos simpáticos logo de início, podemos conhecer pessoas fantásticas.

16. Ter (mais) paciência.
Também preciso de aprender melhor a ter mais paciência ahah. Eu tenho paciência para algumas coisas, mas, para outras, sou muito impaciente. No entanto, acho que é importante sabermos esperar pelas coisas. Afinal, Roma não se fez num dia, right?

17. Nunca sabemos tudo.
Mesmo quando achamos que sabemos tudo, muitas das vezes, não sabemos é nada ahah. A vida está sempre a dar voltas e voltas e baralha-nos as ideias. Por isso, mais vale aceitar que não sabemos tudo e estarmos abertos a novas coisas.

18. Há livros que têm o poder de mudar a nossa vida.
Há cerca de 2 anos, tornei-me vegetariana, muito por causa de um livro que li, chamado Eating Animals. O livro abriu-me os olhos para muita coisa na indústria alimentar e levou-me a fazer mais pesquisa sobre o assunto e, consequentemente, levou a que me tornasse vegetariana. Foi das melhores decisões que já fiz e só demonstra que há mesmo livros que mudam a nossa vida.

19. Crescer não é fácil.
Cada vez mais acho que vou dar uma péssima adulta. Já superei o desafio de viver sozinha, ter que cozinhar e limpar a casa e etc. Mas, quando começar a trabalhar e tiver que lidar com Seguranças Sociais e Finanças e etc., de certeza que vou perceber que crescer não é nada fácil.

20. Ainda há muito pela frente.
Acabei de fazer 20 anos. Para mim, pode já parecer muito, mas sei que não é. Ainda tenho muito pela frente, muitas pessoas para conhecer, muitos sítios onde ir, muita coisa para aprender. Isto é só o início :)


Desculpem o post ser um bocado mais longo, mas espero que tenham gostado! E vocês? Que coisas já aprenderam ao longo da vossa vida? Deixem tudo nos comentários :)

Beijinhos ♥

                                           Facebook Twitter Instagram | Bloglovin'

You Might Also Like

14 comentários

  1. Identifiquei me imenso com alguns aspetos desta reflexão dos teus 20 anos

    ResponderEliminar
  2. Ola querida,
    Muitos parabens :*
    Concordo com todo o que disses-te nest post eu penso igual.

    Beijinhos com carinho,
    oivamossonhar.blogspot.fr

    ResponderEliminar
  3. Parabéns <3
    xoxo,

    www.atwednesdaysiwearpink.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Parabéns minha linda!
    Ótimas coisas que aprendeste neste 20 anos!

    Beijinhos
    That Girl

    ResponderEliminar
  5. Também fiz 20 nem há um mês e concordo com cada coisinha que disseste :) xx

    www.littleoneoblog.wordpress.com

    ResponderEliminar
  6. Adorei, dá importância a coisas de muito valor, muitos parabéns querida.
    Beijinhos,
    Love is the new black
    Sorteio! Participa!

    ResponderEliminar
  7. Adorei ler cada ponto e identifico-me bastante. A idade trás mesmo mais sabedoria e estas também foram algumas das coisas que eu me fui apercebendo a partir dos 20 :)

    Beijinhos ♥
    http://infashion-wings.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Parabéns atrasados!
    Identifico-me imenso com muitas das coisas que aqui escreveste, especialmente o ficar sozinha de vez em quanto, a parte de dar ouvidos à mãe (ou família), entre outras! É bom fazer estas retrospetivas de vez em quando :)
    Kiss, Mariana Dezolt
    Messy Hair, Don’t Care

    ResponderEliminar
  9. Parabéns :) Adorei a tua partilha, é que estou quase a chegar aí a essa idade.
    Bom post,beijinhos!

    http://missweetie.blogspot.pt/2016/12/wishlist-de-natal-2016.html

    ResponderEliminar
  10. Para que curso Querias e o que estudas? Andas no politécnico de Leiria?
    Eu fiz 21 em novembro e também acho que o tempo voa, sinto-me muito nova mas a verdade é que já estou grande e "velha" ��
    A universidade muda muito a nossa forma de pensar, começamos a pensar muito mais no futuro e a ter maior responsabilidade.

    Beijinhos,
    Inês
    For girls
    forgirls-ines.blogspot.pt

    ResponderEliminar

Subscribe